Você sabe para que serve o controle financeiro?

Hoje vou falar sobre a importância do controle financeiro nas empresas, vou falar especialmente para os pequenos empresários que confundem faturamento com lucro.

Você decidiu em qual área iria atuar, o que iria vender, como vai vender, montou uma equipe para trabalhar, fez os cálculos de “cabeça” e decidiu qual margem de lucro iria aplicar no seu serviço ou produto, está vendendo ou prestando serviço com assiduidade e está entrando dinheiro na sua empresa.

Porém não entende por que não sobra dinheiro, aí seu faturamento aumenta você contrata mais gente, gente que nem sabe direito qual sua função dentro da empresa, ou seja, um crescimento sem planejamento. Você resolve pedir um empréstimo e de repente percebe que mesmo com um alto faturamento não tem dinheiro em caixa.

Vou te explicar, faturamento não é lucro. Antes de fechar um contrato de prestação de serviço ou fazer uma venda, você tem que saber se o mesmo vai lhe dá lucro. Para ter lucro, você deve considerar as despesas, os custos e impostos envolvidos no negócio.

Outro erro bastante comum dos empresários é achar que a empresa é seu caixa eletrônico e misturar suas despesas pessoais com os negócios da empresa. Isso eu vejo acontecer o tempo todo. O empresário paga seu cartão de crédito, sua conta de luz a escola dos filhos e depois diz que não tem retirado.  Assim o Empresário não tem controle financeiro nem da empresa e nem de suas finanças pessoais. 

Defina um pró-labore, e vou explicar o que é pró-labore. Pró-labore é o salário condizente com a função que o sócio exerce dentro da empresa, ou seja, se é sócio administrador, seu salário será definido de acordo com a média salarial de um administrador. Para os sócios que não trabalham, não tem salário e sim distribuição de lucros ou prejuízo ou prejuízo que deve ser feito no final do período pré-determinado.

A maioria dos negócios quebram antes de chegar na adolescência por falta de controle financeiro. Hoje em dia temos diversos sistemas de controle com preços bem acessíveis e alguns até de graça, que geram relatórios importantes para se ter uma visão bem ampla de seu ramo de atuação (DFC, DRE, BP, etc..).

Outra coisa muito importante, conforme descrito no livro O mito do Empreendedor de Michael Gerber,  é que o empresário deve entender que ele não tem que ser o operacional de sua empresa, para esta função ele pode contratar mão de obra, ele tem que ter uma visão empreendedora sobre seu negócio e se necessário procure ajuda de gente especializada, pois sucesso de seu negócio é garantia de emprego e renda para o crescimento do Brasil.

O descontrole financeiro faz parte da cultura do brasileiro, que compra sem saber se vai conseguir pagar, a maioria não tem controle de suas finanças pessoais e este mesmo descontrole e levado para dentro das instituições.

Estamos cansados de ouvir que que a cada dez empresas abertas, seis fecham nos primeiro 5 anos, o que acha de melhorar este índice através de um plano de negócios e um planejamento financeiro?

Quer saber mais, fale comigo. Eu posso te ajudar, pois o seu sucesso significa um Brasil com mais oportunidades.

 

Josiane Leal de Souza – https://www.josilealdesouza.com

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.